Valor do fundo
R$
trabalhamos para salvaguardar
e construir riqueza
para as gerações futuras

Informações sobre o fundo

R$ 31.915.430

Última entrada trimestral (Set/21)

R$ 2.759.000.000

Projeção para 2040

O FER nos próximos 20 anos

 

Sobre o Fundo

O objetivo do Fundo do petróleo é garantir uma gestão responsável e de longo prazo das receitas dos recursos de petróleo e gás de Niterói, para que essa riqueza beneficie as gerações atuais e futuras. O nome formal do fundo é Fundo de Equalização da Receita – FER.



A História do Fundo

 

Clipping de Notícias

CFF_8805

SMF lança política de Investimentos do Fundo de Equalização da Receita de Niterói

No evento foi feita também a assinatura de cooperação técnica com o Instituto Jain Family e a  faculdade de Economia da UFF

    

Assista ao evento
CFF_9163

Niterói terá metas de rentabilidade para a Poupança dos Royalties

24 de setembro de 2021 -4 minutos de leitura

    A Prefeitura de Niterói vai traçar uma Política de Investimentos, inédita no País, para aplicar os recursos do Fundo de Equalização de Receita (FER), a poupança dos Royalties, com meta de rentabilidade acima da inflação. O município também vai assinar um acordo de cooperação com a Universidade Federal Fluminense (UFF) e o Jain Family Institute (JFI) para elaboração de uma modelagem matemática que vai simular as opções de investimentos com melhor retorno e menor risco.

    O FER será gerido pelos membros do Conselho Gestor e do Comitê de Investimentos do Fundo, que tomaram posse nesta sexta-feira (24).

 

   O prefeito de Niterói, Axel Grael, defendeu que a política de investimentos com os recursos da poupança dos royalties reforça a responsabilidade da administração municipal com o dinheiro público e mostra que Niterói tem planejamento e assertividade nas ações com projeto de cidade.

 

   “A criação do FER foi muito importante, mas garantir que ele continue crescendo e se aperfeiçoando é uma conquista ainda mais significativa. Em 2013, pegamos uma Prefeitura em crise, fizemos um choque de gestão, construímos uma carteira de investimentos, mantivemos a cidade com um ritmo de obras nunca visto no município. Essa gestão eficiente nos trouxe até aqui”, ressaltou o prefeito. “Criar um fundo como esse não é uma extravagância, não é apenas dinheiro para o futuro, e já podemos ver isso na prática. Meses depois de criarmos o FER, uma pandemia que se apresentou como o maior desafio desta geração demandou que usássemos parte dos recursos guardados para salvar vidas na nossa cidade. O que celebramos hoje é uma medida ambiciosa e tão inovadora que entre todos os entes federativos do País, apenas três têm estruturas semelhantes. Niterói está mostrando que tem coragem, sabe o que é preciso fazer e vai continuar seguindo em frente”.

Leia Mais
DEEF

Já conhece o Departamento de Estudos Fiscais da SMF?

O DEEF atua através da Secretaria Executiva nas atividades administrativas do Fundo

    O Departamento de Estudos Fiscais (DEEF) da Secretaria de Fazenda de Niterói (SMF)  foi criado este ano com a missão de realizar  pesquisas e acompanhar as principais variáveis fiscais nacionais e locais e sua relação com as políticas públicas e as receitas e despesas municipais, visando a promoção de reflexões e discussões a respeito do aprimoramento das práticas adotadas pelo Município de Niterói. O departamento também pretende fortalecer o controle social por meio das políticas de transparência que adota.

 

    O DEEF empenha esforços em projetos que abordam diferentes perspectivas de temas relevantes da atualidade no contexto macro e microeconômico, sempre em busca de desenvolver propostas que representem, efetivamente, a melhoria da situação fiscal do município no curto, médio e longo prazo.

Leia Mais
marilia

Projeto de lei que regulamenta a aplicação dos rendimentos da Poupança dos Royalties é aprovado na Câmara

Jornal O Fluminense - Ulisses Dávila - 20 de Agosto, 2021 às 21h04

    O projeto de lei da Prefeitura de Niterói para regulamentação da política de investimentos dos recursos do Fundo de Equalização da Receita, conhecido como Poupança dos Royalties, foi aprovado na Câmara de Vereadores. A medida é baseada na diversificação de aplicações inteligentes, visando a diminuir os riscos e ampliar os lucros. Em 2021, o Fundo deverá ultrapassar R$ 200 milhões, e a aplicação da política de investimentos representará um rendimento entre R$ 5 milhões e R$ 6 milhões até dezembro. Aprovada em segunda discussão, a lei agora segue para sanção do prefeito Axel Grael.

Leia Mais

Live Fundos de Royalties do Brasil​

No dia 14/06/2021 ocorreu a live “Fundos de Royalties do Brasil”.

O webinar reuniu os prefeitos dos Municípios de Niterói, Maricá e Ilhabela, assim como o governador do Estado do Espírito Santo, somado a um time de especialistas sobre o assunto.
Diversos temas foram tratados, inclusive as características de cada Fundo e suas políticas de investimentos.

Acompanhe a íntegra do debate: