Política de Aplicações

2019-11-18 20:33:44

O que é

A gestão financeira do Fundo abrange um conjunto de diretrizes e estratégias que norteiam a gestão de longo prazo dos recursos aportados no fundo. Com sua formalização, é possível direcionar estes recursos para comprar ativos que gerem um rendimento sustentável e com riscos previamente estabelecidos. A composição da carteira de ativos do fundo e assim estabelecida de forma transparente.

O Conselho deverá elaborar e publicar, anualmente, documento com a definição do plano de aplicações do FER, que deverá conter, no mínimo:

I – definição de tolerância ao risco;

II – objetivos das aplicações com suas respectivas metas;

III – política de composição de ativos;

IV – estrutura de gestão das aplicações; e

V – critérios de avaliação de desempenho.

Aportes do Fundo

O Fundo de Equalização da Receita iniciou suas atividades em Março de 2019 com um aporte inicial de R$ 102 milhões, envolvendo as entradas de participação especial do ano de 2018 e do primeiro trimestre de 2019. Os aportes posteriores serão entradas trimestrais de um parcela de  participação especial (10%). Sobre o aporte inicial veja abaixo mais informações sobre sua composição: 

  2018 2019
Fevereiro  145.395.070,99 231.019.247,30
Maio 172.532.383,08  
Agosto 226.259.859,18  
Novembro 247.028.909,97  
Total 791.216.223,22 231.019.247,30
FER 10% 79.121.622,32 (A)  23.101.924,73 (B)
Aporte inicial (A+B) 102.223.547,05

 

Outros Aportes

DATA RECEITA VALOR
MAIO/2019 PARTICIPAÇÃO ESPECIAL R$ 20.274.540,54
AGOSTO/2019 PARTICIPAÇÃO ESPECIAL R$ 20.191.901,00
SETEMBRO/2019 OUTRAS RECEITAS R$ 75.000.000,00
NOVEMBRO/2019 PARTICIPAÇÃO ESPECIAL R$ 21.533.995,35

 

Documentos e Publicações

Em breve